27 março 2017

A Outra Margem (Pedorido)

Regressando à estrada vamos retomar a viagem até Entre-os-Rios após um "demorado desvio" por outras paragens.

Chegados a Rio Mau, bordejado pelo Rio Douro...

 ...temos aí, na outra margem, Pedorido




Sempre com o Rio Douro em destaque




17 fevereiro 2017

Olhar de Relance...


As vistas de "A Outra Margem" ficam para logo depois quando o PC tiver sido recuperado de um "acidente". Entretanto e a partir de um Tablet uma vista de olhos ou se quiserem um Olhar de Relance sobre a nossa "Ponte de Pedra" .



05 fevereiro 2017

A Outra Margem (Lomba)

Continuando a viagem em direcção a Entre-os-Rios, o "passeante" perscruta com o olhar a outra margem em busca de algo que fique na sua memória.


Chegando a Melres, num dia enevoado, as variantes cinzentas da paisagem escondem a beleza de verões apraziveis lá da outra banda...


...é a outtra banda no explendor da Primavera.

A praia da Lomba antevendo o Verão

02 fevereiro 2017

A Outra Margem (Arnelas)



As viagens podem ser “longas” ou “curtas” embora a distância seja a mesma. 

Ao fim de semana são geralmente mais “longas”; o “viajante” torna-se um “passeante” e aproveita para espraiar o olhar pela paisagem.

Em saindo da capital do Distrito, o Porto, em direcção a Entre-os-Rios e aproveitar a oportunidade para dar uma vista de olhos à outra margem é regalar a vista com os contornos que o Rio Douro nos proporciona.


 Da foz de Rio Sousa atravessando o Rio Douro com o olhar, na outra banda os nossos olhos encantam-se com Arnelas

Arnelas
Enfim... a primeira paragem.

01 fevereiro 2017

A Minha Lareira

O frio tem apertado e logo que chego a Entre-os-Rios nada melhor que o aquecimento das "cavernas".

Recordar outros tempos

31 janeiro 2017

Quando o rio invadia as nossas vidas



Estamos em vias de iniciar um mês de 28 dias, ou seja Fevereiro de 2017.

Invariavelmente, anos atrás, era um mês em que os rios bordejavam Entre-os-Rios, nomeadamente o Largo da Feira, de tal forma que deixavam as almas e vidas dos seus moradores com o coração nas mãos.

Este Inverno, será mesmo, sem chuva, um Inverno? 

Finalmente um Inverno chuvoso parece estar aí e para recordar a uns e dizer como era a outros, eis algumas fotos de Inverno através dos “olhos fotográficos” do saudoso Dr. Manuel Alves.


 Nestas fotos é bem visível a casa da família Casaca. Ainda hoje me interrogo o que seriam as preocupações dos na altura jovens Casacas, meus contemporâneos!
À esquerda a antiga pensão Isabelinha que recordo pela excelente confecção de bolos nomeadamente os "Sonhos" 

Nesta outra, lá em cima, os mirones e em baixo o terceiro (?) andar da "afamada" mercearia, drogaria e não sei que mais do Acacinho Alves.

Recordar e reconhecer o passado permite-nos compreender e melhorar o futuro.

26 janeiro 2017

Um Olhar da Outra Banda

No inesquecível ano de 2001, um olhar para a outra banda, mostra a “ruralidade” desta terra ainda “vestida” pela Natureza.




Era ainda um pouco a herança dos nossos avós.
Esta era a nossa "banda" 

Neste ano de 2001 as circunstâncias determinaram uma mudança radical nesta terra

e pouco a pouco, ano a ano, a paisagem vai mudando.


E mais um ano as “feridas” continuam a “sangrar”.




Lentamente, no entanto, essas mesmas "feridas" vão cicatrizando, é a Natureza que vai fazendo o seu melhor porque dos homens pouco ou nada se vê.